Observatório do Desenvolvimento

Notícias

Boletim Econômico: especialistas montam painel de atividades comerciais dos municípios do Acre

O Fórum Empresarial do Acre publica mais um capítulo do 4º Boletim de Conjuntura Econômica, elaborado em parceria com a Fundação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino, Pesquisa e Extensão Universitária (Fundape). No 3º capítulo, os professores da Universidade Federal do Acre (Ufac) montaram um painel de atividades comerciais nos 22 municípios do Acre classificando por tipo jurídico, segmentação da Classificação Nacional das Atividades Econômicas (CNAE) e porte

O estudo já está disponível para leitura na íntegra.

Os especialistas utilizaram dados da Junta Comercial do Acre (Juceac) e da Receita Federal, referentes às empresas constituídas no Acre em diferentes setores econômicos, para levantar informações sobre o quantitativo de empresas no estado acreano, os tipos de segmentos trabalhados, os municípios que concentram o maior número de empresas, por exemplo, entre outros pontos importantes para a economia local.

“A relevância de organizar os quantitativos de empresas por tipo jurídicos, segmentação de CNAE e porte é importante para formulação de políticas públicas para a elaboração de pesquisas/amostras e também visando a prospecção de mercados por empresárias e futuros empreendedores”, destaca a pesquisa.

Ao todo, os especialistas chegaram ao quantitativo de 58.052 empresas com o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) ativos  distribuídas nos setores de comércio, serviços e indústrias no Acre. Ainda conforme os dados da Juceac, do total de empresas ativas, 27.684 são da área comercial, 26.305 de serviços e 4.063 da indústria.

Sobre o porte dessas empresas, que representa o tamanho do empreendimento, valores em dinheiro, espaço físico ocupado e o número de servidores, a pesquisa revela que 92,2% desses empreendimentos são microempresas (ME), 4,1% Empresas de Pequeno Porte e 3,6% empresas normais.

Outro dado importante levantado foi referente ao tipo jurídico dessas empresas, ou seja, se são cooperativas, empresário individual ou Limitada (LTDA). De acordo com o estudo, o Acre tem 261 cooperativas, 45.210 empresários individuais e 12.383 LTDA.

Há também informações coletadas sobre o Índice de Concentração Espacial das Empresas na região acreana. As cidades de Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Brasileia, Epitaciolândia, Tarauacá e Sena Madureira concentram os maiores número de empresas.

“Como visto, a concentração da atividade empresarial na região acreana se restringe à produção industrial. Ela se estende aos demais setores. As bases de sustentação das desigualdade municipais se apoiam nas disparidades de infraestrutura básica, infraestrutura logística e infraestrutura do sistema educacional. Os dados sugerem um processo de desconcentração, o que poderá influenciar no Produto Interno Bruto (PIB) e renda per capita, assim como a participação dos municípios na arrecadação tributária”, conclui o estudo.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
plugins premium WordPress