O Fórum

O que é o Fórum

É uma articulação que reúne diferentes setores da sociedade com o intuito de debater e alinhar, coletivamente, estratégias para impulsionar o desenvolvimento sustentável do Acre.

Quem faz parte

Onde funciona

Atualmente está sediado na Casa da Indústria, sede da Federação das Indústrias do Estado do Acre/FIEAC.

Como está estruturado

O Fórum possui uma Presidência e uma Coordenação Técnica que é quem organiza e dá suporte técnico para o desenvolvimento de suas atividades. A Presidência é exercida por uma das quatro Federações que integram o Fórum: FIEAC, FECOMERCIO, FAEAC, FEDERACRE, por um período de dois anos e passível de renovação. Atualmente, está sendo exercida pela Federação das Indústrias do Estado do Acre (FIEAC).

O que se propõe a fazer

O Fórum se propõe a apoiar, de forma plena e articulada, o desenvolvimento do Acre, por meio de estratégias inovadoras para geração e distribuição de riquezas. É um ambiente que busca influenciar o processo de desenvolvimento do estado, e através do seu Observatório busca criar inteligência e informação para a tomada de decisões estratégicas.

O PAPEL DO OBSERVATÓRIO DO DESENVOLVIMENTO

O Observatório tem como proposta reunir informações estratégicas para o setor produtivo do Acre, avaliar o impacto de iniciativas empreendidas no estado, acompanhar o desempenho dos principais indicadores locais de desenvolvimento econômico, social e ambiental, e disponibilizar estudos sobre potencialidades e oportunidades de negócio no estado. A expectativa é de que esse trabalho contribua para a tomada de decisões de empresários, agentes públicos da esfera estadual e municipal, e da sociedade como um todo.

As informações disponibilizadas no Observatório são resultado da integração de bases de dados públicas associadas às criadas e trabalhadas pelo Fórum por intermédio de suas instituições membro, conforme a demanda identificada, e podem ser encontradas no Portal do Observatório.

Neste primeiro momento, o Portal reúne indicadores socioeconômicos segmentados (por setor ou região do Estado); publicações relevantes sob a ótica do desenvolvimento econômico do Acre; informações sobre fontes de fomento (linhas de financiamento) para o setores da economia; e plataformas que disponibilizam informações úteis para empreendedores, empresários dos diferentes setores da economia do estado, pesquisadores, gestores públicos, entre outros. Será possível, por exemplo, verificar as relações comerciais entre países, importação e exportação, possibilitando identificar mercados para exportação e para importação de produtos; será possível verificar os números detalhados da economia do Acre e de qualquer outra localidade brasileira, assim como, identificar a distribuição das atividades econômicas, verificar dados por município, etc.

DEFININDO AS ROTAS ESTRATÉGICAS

Pensar o Acre para 2030, levar em conta seus potenciais, tendências mundiais, mercados potenciais, e definir Rotas Estratégicas que impulsionem o seu desenvolvimento é um projeto ambicioso que o Fórum estabeleceu como o desafio para ser trabalhado a partir do ano de 2018. Ao final, como resultado desse trabalho, pretende-se constituir-se um mapa de trajetórias a serem percorridas para a consolidação de cada Rota.

Conhecer o ponto de partida

  • Onde estamos?
  • O que acumulamos de conhecimento?
  • No que avançamos?

Projetar o futuro

  • Para onde queremos ir?
  • Quais os potenciais estratégicos no Estado?
  • Qual a visão de futuro?

Definir o caminho

  • Quais são as Rotas Estratégicas do Estado?
  • Quais os principais desafios?
  • Como enfrentá-los?

A definição das Rotas Estratégicas passa pelo Zoneamento Ecológico-Econômico do Acre e implica na realização de discussões estruturadas no âmbito de Reuniões Técnicas, envolvendo a elaboração de estudos preparatórios; e na organização e condução de Painéis de debates com empresários do setor e atores estratégicos.

A proposta é que durante os Painéis, diferentes agentes esbocem visões, elaborem agendas convergentes de ações para concentrar esforços e investimentos, identifiquem tecnologias-chave e elaborem Mapas (Masterplan) com as trajetórias possíveis e desejáveis para cada uma das rotas estratégicas definidas para o Estado do Acre, indicando ainda, os pontos críticos a serem trabalhados e os mecanismos para superá-los.

Voltar à Página Inicial