O Fórum

O QUE É O FÓRUM

O FÓRUM EMPRESARIAL DE INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ACRE é uma associação civil de direito privado, sem fins lucrativos. É uma articulação de diferentes setores da sociedade com o intuito de debater e alinhar, coletivamente, informações sociais, econômicas e ambientais, estabelecendo estratégias que visem ao desenvolvimento do estado, priorizando a incorporação da inovação e difusão de tecnologia, impulsionando a competividade da economia acreana, promovendo a geração de emprego e distribuição de renda, incentivando a implementação de novos produtos e serviços e/ou melhorando os existentes.

QUEM FAZ PARTE

Os Associados Efetivos do fórum e que formam o Conselho Deliberativo é composto pelas seguintes instituições:

1. Federação das Indústrias do Estado do Acre – FIEAC

2. Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Acre – FAEAC

3. Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Acre – FECOMÉRCIO

O Fórum possui um Conselho Consultivo formado por todos os integrantes do Conselho Deliberativo e complementado por outras Instituições, Órgãos e Entidades, estabelecidas no Acre:

1. Governo do Estado do Acre

2. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Acre – SEBRAE/AC

3. Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Acre - FEDERACRE

4. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – EMBRAPA/AC

5. Superintendência da Zona Franca de Manaus – SUFRAMA

6. Associação dos Municípios do Acre – AMAC

7. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE

8. Universidade Federal do Acre – UFAC

9. Instituto Federal do Acre – IFAC

10. Banco da Amazônia – BASA

11. Caixa Econômica Federal – CEF

12. Banco do Brasil – BB

ONDE FUNCIONA

Atualmente está sediado na Casa da Indústria, sede da Federação das Indústrias do Estado do Acre/FIEAC.

COMO ESTÁ ESTRUTURADO

O Fórum possui uma Presidência que, atualmente, está sendo exercida pela Federação das Indústrias do Estado do Acre (FIEAC), por um período de 02 anos, e passível de renovação. Possui, também, uma Coordenação Geral; Coordenação de Programas e Projetos; e Coordenação do Observatório do Desenvolvimento.

O QUE SE PROPÕE A FAZER

a) Incentivar a inovação nos empreendimentos locais, contribuindo para a sustentabilidade de longo prazo da economia, buscando crescente eficiência das unidades produtivas locais e fortalecimento da competitividade empresarial;

b) Apoiar e fomentar empresas e empreendimentos inovadores com potencial de crescimento acelerado; perspectivas de internacionalização; competitividade setorial e inserção em cadeias produtivas com crescente densidade tecnológica; firmando com instituições públicas ou privadas, nacionais ou internacionais, convênios, acordos, termos de cooperação, contratos, bem como outros instrumentos jurídicos legais;

c) Promover o intercâmbio permanente com entidades governamentais e/ou privadas, organismos nacionais, internacionais e instituições creditícias, fundos de investimento e/ou agência de fomento, visando concretizar as deliberações estratégicas do FÓRUM, em consonância com a política estadual de desenvolvimento econômico e sustentável do Acre;

d) Manter e fortalecer o Observatório de Desenvolvimento, multiplataforma digital, destinada a receber, relacionar, organizar, reunir e distribuir dados e informações, mapas, estatísticas, indicadores, documentos técnicos e científicos, entre outros, para disseminar informações à sociedade em geral e orientar as decisões do setor público e/ou privado, quanto a realização de investimentos no estado do Acre;

e) Instituir Câmaras Técnicas Temáticas para a realização de estudos, pareceres e análises de documentos específicos, objetivando subsidiar as decisões estratégicas do FÓRUM, bem como para a elaboração e implementação de programas e projetos que atendam aos seus objetivos;

f) Identificar e divulgar as potencialidades econômicas do Acre, bem como induzir a criação de diretrizes capazes de atrair investimentos, objetivando a abertura e conquista de novos mercados, promovendo e incentivando as relações comerciais de importação e exportação, potencializando a localização geopolítica estratégica do estado do Acre, principalmente com países fronteiriços, possibilitando identificar e ampliar mercados para a exportação de produtos, notadamente aqueles de maior valor agregado, e importação de insumos estratégicos e equipamentos de alta tecnologia, visando maior competitividade dos empreendimentos;

g) Realizar estudos para identificar e propor melhorias nas políticas de incentivos fiscais, tributários, creditícios, entre outras, visando à atração de novos empreendimentos e investimentos, ao aumento da competividade, além da expansão, modernização e consolidação dos empreendimentos existentes;

h) Promover parcerias com diversos agentes públicos e privados, em especial os governos estaduais e municipais, no sentido de contribuir para a melhoria e aperfeiçoamento da gestão destes agentes, na busca por investimentos que reflitam as necessidades da sociedade local, na implementação ou execução de projetos estratégicos;

i) Estimular, promover e firmar parcerias e desenvolver ações e negócios por meio da tríplice hélice da inovação (articulação entre universidades, iniciativa privada e o poder público);

j) Promover a venda de produtos e serviços ligados aos objetivos do FÓRUM, desde que os resultados aferidos sejam aplicados na manutenção das atividades previstas neste Estatuto;

k) Realizar atividades relacionadas ao FÓRUM com os meios eu lhe parecerem mais eficientes e adequados, angariando e administrando seus fundos, inclusive gerindo fundos nacionais e internacionais públicos e privados, aplicando o resultado positivo das suas atividades em fundo de reserva.

DEFININDO AS ROTAS ESTRATÉGICAS

No ano de 2020, demos um grande salto, definimos nossas Rotas Estratégicas. As Rotas do Desenvolvimento são, portanto, a sistematização de debates e iniciativas encaminhadas ao longo dos últimos anos, no âmbito das Câmaras Técnicas e Observatório do Fórum, que representam caminhos para a adoção de medidas dinamizadoras capazes de produzir resultados efetivamente tangíveis, sempre considerando aspectos técnicos específicos de cada tema tratado. A participação de especialistas foi incentivada e, ao longo desta jornada, um grande volume de conhecimento foi agregado às propostas que deram forma às pautas estratégicas priorizadas. Muitas das iniciativas já se encontram em fase de implementação e seus legados já começam a se consolidar. Outras buscam a articulação e o estabelecimento de novos projetos estruturantes. Ao final, como resultado desse trabalho, pretende-se constituir-se um mapa de trajetórias a serem percorridas para a consolidação de cada Rota.

O PAPEL DO OBSERVATÓRIO DO DESENVOLVIMENTO

O Observatório de Desenvolvimento, multiplataforma digital, destina-se a receber, relacionar, organizar, reunir e distribuir dados e informações, mapas, estatísticas, indicadores, documentos técnicos e científicos, entre outros, para disseminar informações à sociedade em geral e orientar as decisões do setor público e/ou privado quanto a realização de investimentos no estado do Acre.

As informações disponibilizadas no Observatório são resultado da integração de bases de dados públicas associadas às criadas e trabalhadas pelo Fórum por intermédio de suas instituições relacionadas.

O Portal reúne Boletins mensais: Comércio Exterior, Comércio Varejista, Mercado de Trabalho, Preço ao Consumidor e Setor de Serviços; Boletim trimestral do agronegócio e da força de trabalho; Informativos: Setor Florestal Madeireiro, Agropecuário e Resultados Preliminares do Censo Agropecuário; Estudo sobre revestimento de vias urbanas com tijolos cerâmicos maciços e sobre macrotendências mundiais e oportunidades para o Estado do Acre.

Reúne, dessa forma, informações úteis para empreendedores, empresários dos diferentes setores da economia do estado, pesquisadores, gestores públicos, entre outros.

Voltar à Página Inicial