Observatório do Desenvolvimento

Notícias

Boletim Econômico: Mais da metade dos empresários acreanos têm boas expectativas para 2024

Mais da metade dos empresários acreanos estão com boas expectativas sobre a economia em 2024. Empresários dos principais setores do Acre foram ouvidos pelos economistas da Fundação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino, Pesquisa e Extensão Universitária do Acre (Fundape), responsáveis pelo Boletim de Conjuntura Econômica, para um balanço das ações e projetos em 2023 e as perspectivas para o próximo ano. O estudo é uma parceria do Fórum Empresarial de Inovação e Desenvolvimento do Acre com a Fundape.

Confira o boletim completo aqui.

Os entrevistados responderam a pesquisa no dia 8 de dezembro durante um café da manhã organizado pelo Fórum na Federação das Indústrias do Acre (Fieac). Dezoito empresários, dos setores de alimentação, construção civil, agronegócio, comércio de veículos, comércio varejista e energia, responderam questões sobre o desempenho do setor em 2023, desempenho da empresa, avaliação da economia acreana e brasileira.

Dos entrevistados, 21% disseram que o desempenho do setor este ano foi fraco. Outros 50% avaliaram esse desempenho como bom. Quando perguntados sobre o desempenho de sua empresa, 29% falaram que foi fraco e também outros 29% como bom.

Os entrevistados também fizeram uma avaliação sobre o desempenho da economia acreana. Do total, 50% avaliaram o desempenho como fraco e 29% como bom.

Já a economia brasileira, na opinião dos empresários, teve um desempenho fraco (57%). Apenas 14% dos empresários disseram que o desempenho foi bom.

Um fator preocupante na avaliação de 2023 observada nos relatos coletados foi a preocupação com o grande nível de inadimplência da população acreana. E a preocupação dos empresários é fundamentada também por dados do Serasa, que aponta que 44,29% das pessoas que vivem no Acre estavam com alguma restrição de crédito em novembro.

Expectativas

As expectativas do empresariado para economia local são de um otimismo moderado, pois tem-se 43% dos entrevistados acreditando que 2024 será um ano que apresentará desafios. Contudo, 57% possuem boas expectativas. No entanto, é preciso destacar que parte destas expectativas positivas estão ancoradas em políticas econômicas nacionais, possuindo impactos plenos na economia local, destacando o Programa Minha Casa Minha Vida do governo federal.

Além disso, é necessário destacar que a manutenção da folha de pagamento estadual em dia contribui de forma significativa para o desempenho da economia local.

Os entrevistados responderam perguntas ainda sobre a perspectiva do desempenho de suas empresas no próximo, da economia acreana e brasileira e do setor. Quase 80% dos empresários esperam bons desempenhos das empresas no próximo ano.

Sobre as expectativas sobre o desempenho do setor produtivo, 64% dos empresários se mostraram otimistas. Os economistas também quiseram saber qual a perspectiva do empresário sobre a economia brasileira ano que vem. Cerca de 57% ficaram neutros quanto à respostas e 36% acham que será um desempenho bom.

 

 

 

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
plugins premium WordPress