Fintechs crescem como opções aos bancos para pequeno negócio, diz pesquisa

Por UOL Economia – 08/08/2018

As fintechs, empresas de tecnologia que oferecem produtos financeiros, estão se tornando cada vez mais uma alternativa aos grandes bancos na hora de oferecer serviços para os micro e pequenos empreendedores.

Nos últimos 12 meses foram criadas mais de 30 fintechs voltadas a prestar serviços de gestão financeira, oferecer crédito e soluções de pagamento para pequenos negócios.

É o que mostra uma pesquisa inédita realizada pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) em parceria com a ABFintechs (Associação Brasileira de Fintechs), a qual o UOL teve acesso em primeira mão. A íntegra da pesquisa será divulgada nesta quarta-feira (8) durante o 2ª Fintouch, evento que reunirá as principais empresas do segmento, em São Paulo.

O levantamento, realizado com 177 fintechs, revelou que a maioria (75,7%) tem menos de cinco anos de vida. “As fintechs são um fenômeno recente no sistema financeiro do país, mas que já mostra um apetite grande para trabalhar com empresas, sobretudo as de pequeno porte, ajudando a democratizar o acesso a serviços financeiros”, disse Heloisa Menezes, diretora técnica do Sebrae.

As micro e pequenas empresas (aquelas que faturam até R$ 4,8 milhões por ano) já representam a maior parte da clientela de 39,1% das fintechs analisadas. Apenas 9,6% delas não atendem a nenhum tipo de empresa.

Quase todas (84,7%) as companhias de tecnologia entrevistadas manifestaram interesse em desenvolver produtos e serviços específicos para as necessidades dos microempreendedores.

“Os micro e pequenos empresários enfrentam dificuldades cotidianas, como a necessidade de garantias, para acesso a crédito nas instituições financeiras tradicionais. Por isso, é muito bom verificar que as fintechs são uma alternativa para os pequenos negócios e estão com atuação direcionada a atender essa enorme demanda represada. Queremos aproximar essas startups do cotidiano dos pequenos negócios”, declarou Heloisa.

Entre os diversos produtos e serviços oferecidos, 37,3% das fintechs analisadas atuam em meios de pagamento; 36,7% oferecem crédito e financiamentos; 29,9% desenvolvem serviços de eficiência financeira e 29,4% fazem gestão financeira. Além disso, 14,1% delas são bancos digitais e 11,9% trabalham com moedas digitais.