Observatório do Desenvolvimento

Notícias

Grupo de Trabalho de Pecuária Leiteira debate pesquisas do IBGE sobre produção de leite no Acre

Grupo de Trabalho de Pecuária Leiteira se reuniu pela última vez este ano na terça-feira, 7
Grupo de Trabalho de Pecuária Leiteira se reuniu pela última vez este ano na terça-feira, 7

O Grupo de Trabalho de Pecuária Leiteira se reuniu nesta terça-feira, 7, para tratar sobre as ações desenvolvidas em 2023 e possíveis atividades que devem entrar em pauta ano que vem. Este foi o último encontro do ano dos membros do grupo de trabalho.

A reunião teve a presença de representantes do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/AC), da Secretaria Estadual de Agricultura (Seagri), Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), Banco da Amazônia, Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e Cooperativa dos Agricultores e Pecuaristas da Regional do Baixo Acre (Coopel).

Durante o encontro, a gerente de planejamento e gestão administrativa da Superintendência do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no Acre, Gardênia de Oliveira Sales, fez duas apresentações sobre a produção de leite no Acre. A primeira foi sobre a pesquisa trimestral do preço do leite, levantado pelo Sistema IBGE de Recuperação Automática (Sidra), focada na metodologia que identifica os principais referenciais nos preços. Esse levantamento é realizado junto aos estabelecimentos que se dedicam à industrialização do leite cru e tenham inspeção federal ou municipal.

Gardênia explica que a cada três meses é feita a coleta nesses estabelecimentos inspecionados e coletados dados sobre a produção industrializada adquirida e o preço. Essas informações são publicadas pelo IBGE.

Sobre a pesquisa da pecuária municipal, a unidade de investigação é o município. São buscadas informações de produção, não apenas das indústrias, mas também informações que não passam pela indústria. O objetivo é obter dados completos da produção no município como um todo.

“Temos duas pesquisas contínuas, ou seja, regulares, que o IBGE coloca em campo e que informa dados diferentes. Um próprio de estabelecimento que industrializa e é inspecionado, e outra publica dados da produção de leite a nível de município em totalidade”, contou a gerente de planejamento e gestão administrativa do IBGE.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
plugins premium WordPress