Startup gaúcha lança rede de recarga para veículos elétricos

STARTUPI – 01/09/2019

Com conceito inédito de redes de carregamento, a Zletric busca suprir a falta de pontos de recarga de carros elétricos e híbridos no Brasil. 

Em média, o Brasil possui 350 estações de recarga e a maioria estão localizadas em grandes cidades. Por isso, não conseguem dar autonomia para a frota de aproximadamente 3 mil veículos elétricos e híbridos emplacados.

Essas estações já existentes são inciativas pontuais de pessoas, empresas e do próprio governo, e não estão interligadas como uma rede. Na prática, o proprietário de veículo elétrico tem que planejar e prever o seu deslocamento do próximo dia, e mapear os possíveis pontos de carregamento.

“Esse mercado ainda é pequeno, mas muito promissor. Um dos maiores desafios do nosso tempo é a mobilidade urbana”, avalia Pedro Schaan, CEO do projeto. Ele lembra que as projeções são encorajadoras, já que, se falando em carros elétricos, eles representarão 20% do total de novas vendas no Brasil em 2030, totalizando 2 milhões de carros.

“Acreditamos que o carro elétrico é, e será o ponto central dessa revolução na mobilidade urbana, mas não podemos deixar de citar outros veículos elétricos, como motos, bicicletas, skates, patinetes e monociclos”, explica.

A empresa de Porto Alegre sabe que o mundo se vira para essa realidade: uma mobilidade silenciosa, limpa, prática e econômica. Antecipando esse futuro próximo, a empresa apresenta durante a 15ª Plataforma Latino Americana de Veículos Híbridos-Elétricos, Componentes e Novas Tecnologias, que ocorre entre os dias 1 e 3 de outubro, em São Paulo, o conceito inédito de redes de carregamento.

Rede de recarga de carros elétricos e híbridos

Disposta em diversos locais estratégicos das cidades, a rede permitirá liberdade de movimento para os proprietários de veículos elétricos, garantindo uma eletrificação segura, inteligente, econômica e sustentável.

“A experiência que queremos gerar para o usuário é a que ele possa fazer seu deslocamento como fazia com o carro movido a gasolina, sem a preocupação de planejar uma recarga, já que ele poderá usufruir de uma rede interligada, disponível e próxima para carregar seu carro – na sua residência, no supermercado, em lojas e farmácias, no shopping, no seu local de trabalho, etc”, explica Schaan.

A missão da empresa é estar presente no maior número de lugares possíveis e proporcionar para os usuários do transporte elétrico maior mobilidade e menor custo.

As primeiras 50 estações de recarga estão sendo instaladas em estacionamentos Safepark das capitais Porto Alegre e Florianópolis, além de cidades-chave da região metropolitana dos dois estados. Em 2020 a expectativa é que sejam instaladas mais 400 estações.

“Ainda em 2019 vamos ampliar a malha de estações de recarga para a serra e litoral do RS e SC”, antecipa o empreendedor, que ao lado dos sócios André Piccoli, da Safepark e Tarik Potthoff, da PmWeb, investiram cerca de R$ 1,5 milhão no negócio.